Voltar ao site antigo

Pacaembu

Classificado pelo CRECI como zona de valor A, o bairro do Pacaembu é um dos mais valorizados e com excelente liquidez. Os valores dos imóveis variam de 600 mil a 6 milhões de reais.


Por que comprar em Pacaembu?

Classificado pelo CRECI como zona de valor A, o bairro do Pacaembu é um dos mais valorizados e com excelente liquidez. Os valores dos imóveis variam de 600 mil a 6 milhões de reais.

A população bairrista é representada pela Associação Viva Pacaembu por São Paulo e Associação dos Moradores e Amigos do Pacaembu, Perdizes e Higienópolis. As associações já defenderam causas como mudanças na resolução de tombamento histórico do bairro, construção de estabelecimentos educacionais, verticalização do bairro, poluição visual e eventos no Pacaembu.

Perfil imobiliário

Um dos bairros mais aristocráticos de São Paulo possui baixa densidade populacional devido à horizontalidade dos imóveis. Predominantemente residencial é um dos mais procurados por pessoas de alto poder aquisitivo.

Gastronomia

A título de curiosidade um dos doces mais apreciados pelos brasileiros nasceu no bairro do Pacaembu uma homenagem prestada ao então Brigadeiro Eduardo Gomes.

Como opção gastronômica o restaurante Ronkê oferece comida oriental, já aqueles que preferem os sabores brasileiros o Baião Cozinha Nordestina, com culinária típica.

Cercado pelos bairros de Perdizes e Higienópolis acaba por se beneficiar com um maior número de opções com uma ampla variedade.

Transporte Urbano

Bem localizado, o Pacaembu está a poucos minutos da Paulista e região central. Suas vias facilitam o deslocamento pela cidade e possui várias estações de metrô a sua disposição.

Lazer e Cultura

Com vários espaços culturais, o bairro nos convida a um passeio pelos museus instalados na região, entre eles o Museu de Arte Brasileira da FAAP, a Casa Buarque de Holanda e o Museu Cultural.

Ensino

Cercado por Pinheiros, Sumaré, Perdizes, Higienópolis o Pacaembu possui uma vasta opção de colégios e ensino superior. Entre os colégios podemos destacar: Colégio Notre Dame, Colégio Palmares, Colégio Santa Marcelina, o Colégio São Domingos, Colégio Batista Brasileiro, Colégio Pentágono, ente outros.

Voltados ao ensino superior a PUC-SP ( Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), a Faculdade de Medicina de São Paulo, FMU, SESI, UNIP, Faculdade Sumaré, estão entre as mais requisitadas.

História

A história do bairro começa no século XVI, quando a sesmaria do Pacaembu foi doada aos jesuítas por Martim Afonso de Souza. Entre as aldeias estabelecidas uma delas ficava próximo ao riacho que sofria inundações frequentes, chamado entre os índios de rio paã-nga-he-nb-bu, com significado de "atoleiro" ou "terras alagadas", na língua indígena Tupi.

Já a palavra que deu origem ao bairro é oriunda da língua Tupi antiga, cujo Pacaembu significa "terras alagadas".

Já nascido como um dos bairros mais valorizados da capital, ele foi fundado em 1925.

No ano de 1935, a Cia City dona de parte das terras loteadas fez uma doação de 75.000 m², para a construção do Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, cinco anos mais tarde a obra estava concluída e São Paulo passava a ter o maior estádio da América Latina.