Adquirir um imóvel é uma decisão muito importante. Além de envolver um alto investimento financeiro, a decisão vai definir onde você irá morar pelos próximos anos.

No entanto, pode ser a chance de sair do aluguel e ter a liberdade para criar um espaço que tenha a sua cara. Uma das dúvidas mais comuns na hora de escolher é: devo comprar um imóvel pronto ou na planta?

A melhor alternativa para você vai depender do perfil da propriedade, dos futuros moradores e do quanto você está disposto a gastar. Antes de pensar em lidar com cartórios, construtoras e muitos outros problemas que possam vir a surgir no seu caminho, é preciso ter certeza e decidir qual o tipo de imóvel mais se encaixa ao seu estilo de vida, e consequentemente no seu bolso.

Para te ajudar a comprar o imóvel certo, separamos algumas vantagens e desvantagens desses dois tipos de investimentos.

 

Imóvel pronto 

Uma das vantagens de comprar um imóvel pronto é ter a materialidade do produto que você está adquirindo. Você pode visitar o local e certificar-se de que o espaço atende às suas expectativas, trazendo mais segurança na hora de fechar o negócio.

Além disso, você tem uma chance maior de conseguir um empréstimo habitacional ao comprar um imóvel já finalizado. Geralmente, a entrada para um financiamento é de 10% a 30% do valor total do negócio, dependendo do seu capital financeiro no momento.

Um dos entraves desse tipo de investimento é a documentação. Há muitos documentos solicitados e burocracia envolvida, principalmente por conta dos cartórios.

Já que a sua documentação será minimamente analisada, conte com o profissionalismo do seu corretor e da imobiliária para identificar possíveis percalços nesta etapa.

 

Imóvel na planta 

A documentação para este tipo de negócio tende a ser menos complicada. A assinatura envolve uma promessa de compra e venda e não um contrato definitivo.

Por isso, todos os trâmites envolverão o proprietário e a construtora – e não terceiros como no imóvel pronto. Além disso, uma das principais vantagens de comprar um imóvel na planta é a possibilidade de pagar em parcelas mensais durante a obra, diferente do imóvel usado que precisa ser pago à vista ou financiado.

A flexibilidade também conta pontos. Dependendo da incorporadora, você pode alterar alguns cômodos da propriedade durante a construção: substituir algum acabamento por outro do seu agrado ou até mesmo abrir um dos quartos para a sala.

Porém, comprar um imóvel na planta também é assumir alguns riscos. Em tempos de crise econômica, se algum imprevisto atingir a empresa responsável pela construção é possível que ocorram atrasos na entrega da propriedade ou até mesmo falência dncaa construtora e ao assinar esse tipo de contrato você não tem nenhuma segurança de que o imóvel será entregue de verdade.

Conte com a ajuda de um profissional para averiguar a idoneidade da construtora em questão e garantir a confiabilidade do seu negócio.

 

Ótimo, mas e agora? Como tomar a melhor decisão?

Tanto para investimentos a longo prazo ou imediato, o importante é a qualidade da construtora e/ou imobiliária que vai te apoiar nesse processo. Além, é claro, de auxiliar no seu planejamento a longo, médio ou curto prazo.

A Zimmermann atua há mais de XX anos no mercado como facilitadora para quem vê nesses modelos uma boa oportunidade de negócio.

As nossas portas estão sempre abertas para quem tem um sonho. A gente trabalha todos os dias para aproximar as pessoas das suas realizações. Por isso, oferecemos os melhores benefícios e uma equipe de profissionais qualificada para garantir sempre o melhor atendimento, fazendo com que você se sinta em casa desde a primeira visita até o repasse da escritura do seu sonho de imóvel.