Do anúncio à venda: a diferença entre valores de um imóvel e como ela pode atrapalhar a negociação

Publicado em 13/05/2021 às 12:06 por

Pesquisa aponta que a porcentagem entre o valor anunciado de um imóvel e seu valor final está acima do esperado.

Uma pesquisa feita recentemente pela Loft, plataforma digital de compra e venda de imóveis, trouxe dados sobre um dos problemas mais recorrentes no mercado imobiliário brasileiro: a diferença entre o valor anunciado de um imóvel e o valor final acordado entre as partes envolvidas.

Ainda que possa haver uma diferença de preço entre esses dois momentos da compra, ela não pode chegar a um número muito alto, pois pode trazer algumas consequências, como negociações demoradas e quebra de expectativas, tanto para compradores quanto para vendedores.

Valor anunciado x valor real

Segundo informações divulgadas pela pesquisa, a diferença entre o valor anunciado por um imóvel e seu valor de venda final ficou com média de 25% na cidade de São Paulo.

Para um mercado imobiliário maduro e negociações mais saudáveis, é necessário que essa porcentagem diminua. Apesar de termos alguns bons exemplos na capital paulista, como os bairros Vila Romana e Vila Leopoldina, que ficam com a margem na casa de 1,5% e 2,6% respectivamente, a diferença nos valores de algumas regiões se eleva acima da média, como em Bela Vista, em que a porcentagem pode chegar a 71%.

Definindo o valor ideal para a venda

Já falamos aqui no blog, recentemente, sobre os elementos que são considerados no cálculo do valor de um imóvel. Embora possa haver um caráter afetivo do vendedor para com seu bem, o valor é dado seguindo critérios objetivos, como localização, mobilidade urbana do local, imóveis semelhantes à venda no mesmo bairro ou condomínio e estado de conservação do imóvel.

Atualmente, existem plataformas especializadas que auxiliam na realização do cálculo do valor para a venda. Ademais, contar com a ajuda de profissionais especializados, como corretores, garante que esse cálculo será preciso, evitando longas negociações e possíveis insatisfações de compradores e vendedores com o valor final do imóvel.